Joice Helena

Joice Helena

Carinho da Jô: casa com liberdade e muito cafuné.
51414 avaliações5 clientes fieis
5 clientes fieis
Herói não favorito

R$30

por noite
  • Tempo de resposta: ~ 6 h
  • Taxa de resposta: 91%

Politica de cancelamento: Flexível

14 Avaliações

Laura
55
26/12/2018 a 05/01/2019
HOSPEDAGEM VERIFICADA

Eu sou uma mamãe muito preocupada e quase morro de saudade quando estou longe do baby Ralph. A única tranquilidade que tenho quando viajo é que sei que a Joice vai dar todo o amor e carinho para meu pequeno como se fosse eu cuidando dele. Se não fosse ela, meus passeios não seriam tão bem aproveitados, pois tenho a certeza de que meu filhote está em ótimas mãos! Obrigada, querida Joice! Grande beijo meu e do Ralph! Até a próxima!! 😘

Pâmela
55
19/09/2018 a 24/09/2018
HOSPEDAGEM VERIFICADA
Elisa
55
04/05/2018 a 06/05/2018
HOSPEDAGEM VERIFICADA

A Joice é um amor! Super dedicada desde a primeira vez que deixamos o Bhumi com ela! Em qualquer viagem fico muito tranquila de saber que ele é tão bem cuidado!

Sobre Joice Helena

Desde pequena sempre tive cãezinhos. Tudo começou quando eu tinha uns 4 anos e recebi minha primeira cãozona, a Foca, uma Perdigueira preta com uma espécie de estrela branca no peito. Apesar de ela ser muito maior que eu, sempre brincávamos juntas. Naquela época morávamos em uma casa com pátio. Perdi minha amiguinha, quando ela ficou velhinha. Depois dela, vários cães passaram por minha vida, todos muito amados: a Kely, o Retcha, o Bepe Menara (todos, além de brincar comigo, ajudavam meu pai nas caçadas, atividade que era hábito naquela época). Os dois primeiros também eram perdigueiros, e o Bepe, pastor alemão. Foi quando fiquei adulta, já com uma filha adolescente, que o Peter (um Pintcsherzinho) entrou na minha vida. Ele era um parceirão e nos acompanhava por todos os lados, era realmente mais uma pessoa na família. Dormia conosco; passeava de carro, na praça (mas ele preferia de carro) e participava de muitas das minhas atividades diárias. Estava sempre pelo colo, mas não deixava de ser independente, inclusive indo dormir na minha cama a hora que bem entendia. O Peter sentia muito frio, mesmo com muitas roupinhas, por isso adorava ficar tomando “banho de estufa”. Era uma graça. Quando o Peter tinha uns 10 anos, uma nova cadelinha entrou em nossa vida: a Lilica, uma vira-latinha já adulta. Ela foi localizada por um grupo amigo dos animais (da universidade em que minha filha estudava e na qual ela foi abandonada no mato do entorno). A veterinária achou que ela tinha recém dado à luz, mas o grupo que a recolheu não achou os filhotes. Além disso, enquanto estava com este grupo se recuperando da castração, e portanto, presa, presenciou os outros cãezinhos do grupo, os que estavam soltos no campus, serem envenenados por alguma pessoa desalmada que lhes deu comida envenenada. Ficamos muito chateadas ao conhecer a história e a acolhemos em nossa casa. Foi muita alegria. Para que o Peter não ficasse chateado, minha filha desceu com ele como se fossem passear, o pessoal que estava com a Lilica os encontrou na rua (na qual os hóspedes também passearão) e ali eles se conheceram. Após esse encontro, os dois já subiram juntos para minha casa. A Lilica ganhou um lar com muito carinho, o Peter ganhou uma companheira e nós enchemos ainda mais nossa vida de alegria. Ela tinha hábitos bem diferentes dos do Peter, era realmente um cachorrinho amado, gostava de brincar na grama, não gostava de dormir na nossa cama (só na dela), gostava de colo, mas não muito. Os dois se adaptaram rapidamente um ao outro, não eram propriamente amigos (ambos já eram velhinhos e ninguém estava muito para brincadeiras), mas respeitavam o espaço do outro sem discórdias e ficam no mesmo ambiente pacificamente (muitas vezes dormiam juntinhos). Infelizmente, mesmo com todos os cuidados médicos, o Peterzinho, com 14 anos, acabou falecendo. A Lilica ainda viveu por mais 3 anos, sendo uma excelente companhia, mas já estava fraquinha, no fim da vida, tomando muitos remédios e até fazendo soro (que eu e minha filha ministrávamos), foi encontrar o Peter enquanto dormia. Sinto muita falta de interagir com os pimpolhos. Assim, comigo os pets vão se sentir realmente em casa: podem andar por onde quiserem, seguir o ritmo ao qual estão acostumados, ganhar muito carinho e guloseimas, se permitidas. Além disso, adoro passeios pelo bairro, nos quais a vizinhança se encontra para por a fofoca em dia e os cãezinhos fazem amizades. Adoro ficar com os fofoletes no colo e fazer muito cafuné, sinto até vontade de morder (mas não se preocupem, é só vontade). Com o Peter e a Liliquinha, além da arte de dar remédios, aprendi também que cada cãozinho tem sua personalidade, que deve ser respeitada, há os que gostam mais de chamego e os que gostam menos, os mais ativos e os menos, os com atitudes mais parecidas com as dos humanos e os verdadeiros cachorrinhos, mas todos são muito queridos.

  • Somente um cliente por vez
  • Aplica medicação oral
  • Aceita cachorros idosos
  • Tem experiência com idosos
  • Transporte de emergência

Como é a hospedagem

Sou aposentada e recentemente perdi minha companheirinha de 17 anos. Adoro bichinhos e sinto falta de interagir com os pimpolhos. No meu apartamento, não há outros bichinhos, mas os hóspedes são bem-vindos onde eu estiver (sofá, cama, cozinha, na área interna fechada...). O pessoal da vizinhança tem muitos pets, portanto os hóspedes, durante os passeios diários, terão a oportunidade de fazer muitas amizades.

  • Mora em apartamento
  • Não tem animais
  • Seu pet pode subir no sofá
  • Seu pet pode subir na cama
  • Sem fumantes na casa
  • Ver todos

Eu moro nessa região

  • Boa Vista

Preferências

  • Somente animais acima de 1 ano de idade

  • Restrições: Não tenho restrições, além das já informadas (menor de 10kg; se mais de um, da mesma família).

Disponibilidade

Vago
Vago com hóspede
Sem vaga
  • Tempo de resposta: ~ 6 h
  • Taxa de resposta: 91%
  • Recebe até 2 pets por noite.

Todas as hospedagens feitas pela DogHero estão cobertas por nossa Garantia Veterinária

Eu moro nessa região

  • Boa Vista

Perfil atualizado há 10 meses

R$30 por noite