Sobre Jessica

Xuxa foi minha primeira dog, eu tinha 6 anos. Foi como eu aprendi o que é amor. Depois veio o Coragem, que hoje fica com a minha mãe. Hoje não posso assumir um novo companheiro pet. Cuidarei do seu bichinho como se fosse meu. A casa fica sempre limpa, a comida nunca falta e os cafunes no sofá estão sempre disponíveis. Se puder rola uns petiscos pra agradar. E se seu dog precisar um de banho, tbm tenho Já cuidei de dogs grandes e pequenos e gatinhos lindos. A Xuxa, ficou com a gente 13 anos. Foi com ela que eu aprendi a ter empatia e responsabilidade. Foi a minha primeira perda, meu primeiro amor. Os cuidados médicos da xu foram muitos, infecções no ouvido (ela era orelhuda, cocker), pomada nos pontos do tumor nas mamas, remédios junto da comida, papinha quando ela já não conseguia comer. O Muleque, cachorro da minha vizinha, vivia lá em casa. Eu vi ele crescer e vivia lá quando ela precisava viajar. O Django veio doente da rua numa época de frio e chuva, cuidamos dele com remédios e carinho. Hoje o pelo dele brilha e ele mora junto com os dogs de uma amiga. Quando ele pulava me abraçava e ficava da minha altura. A gente dormiu junto no sofá um dia antes de ele ir embora. O Coragem, que hoje fica com meus pais, foi nosso segundo cachorro. Mini cão feroz, chegou franzino e medroso. Foi atropelado na rua e uma amiga resgatou. Hoje pula contra qualquer um de ele tiver de guarda quando você tá dormindo <3 Teve banzé, os recêm nascidos, a bisteca, mtos amores nessa vida. Quando eu conheci minha sogra eu aprendi a amar gatinhos. Pra ela eu já cuidei do Zepi que não tinha dentinho, da Kitty que era diabpetica e eu tinha que aplicar insulina, do Leopold que é brincalhão e vive trazendo rato pra dentro de casa e da Ursula, medrosa mas que amava eu carinho e tinha uma dieta regrada pra não engordar. Depois deles vieram as duas gracinhas do Leo, dois gatinhos que viviam num apê 40m², morei com eles por 1 mês e meio quando o Leo foi viajar. Pra ele eu mandava foto toda hora e pros gatinhos sempre brincadeiras pq eles não podiam sair de casa. Eu amo estar em volta de bichos.

  • Somente um cliente por vez
  • Aplica medicação injetável
  • Aplica medicação oral

Como é a hospedagem

Eu faço na maioria dos dias home office. Seu bichinho quase nunca ficará sozinho! Sairemos pra passear no parque, o espaço da varanda é grande pra brincarmos com bola. No ultimo andar do prédio tem uma ampla área de lazer para poder correr livremente e sem perigo (e também conhecer outros cãezinhos do prédio). Sairemos todos os dias pela manhã para dar uma volta perto do prédio, a noite e caso o caozinho ficar agitado. Nos finais de semana eu e meu marido gostamos de sair a noite (ficamos no máximo 5 horas fora), mas o seu animalzinho pode ficar tranquilo em casa depois de termos brincado bastante. O apartamento é amplo e sem mobiliário perigoso ou coisas com que ele possa se machucar sozinho. A tia karol (minha irmã - já tivemos 2 cachorrinhos juntas) tbm ama cachorro e volta e meia vem pra brincar com eles também!

  • Mora em apartamento
  • Área externa média
  • Não tem animais
  • Seu pet pode subir no sofá
  • Não pode subir na cama
  • Ver todos

Eu moro nessa região

  • Centro Cívico

Preferências

Disponibilidade

Vago
Vago com hóspede
Sem vaga
  • Tempo de resposta: ~ 3 h
  • Taxa de resposta: 67%
  • Recebe até 3 pets por noite.

Todas as hospedagens feitas pela DogHero estão cobertas por nossa Garantia Veterinária

Eu moro nessa região

  • Centro Cívico

Perfil atualizado há 4 meses